Geral   -   12 de Agosto de 2019

 

TRANSTORNOS MENTAIS NO TRABALHO


Curso prepara profissionais para a identificação, prevenção e gerenciamento


Mais de 178 mil trabalhadores brasileiros foram afastados do trabalho em razão de transtornos mentais e comportamentais no ano de 2017, segundo dados da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda.
 
A estatística não identificou quantos desses transtornos têm relação com o ofício desempenhado pelos indivíduos afastados. Porém, é fato que os transtornos mentais impactam diretamente nas relações de trabalho; e boa parte das empresas não estão ou não se sentem preparadas para lidar com esse tipo de situação.
 
Pensando nisso, o Centro de Psicologia Empresarial e Clínica realiza no dia 03 de setembro um Curso de Aperfeiçoamento e Extensão com o tema “Transtornos Mentais no Trabalho: identificação, prevenção e gerenciamento”, em Londrina.
 
Com carga horária de 8 horas, o curso é voltado para empregadores, profissionais de saúde em geral, saúde ocupacional e outros que tenham interesse em atuar em áreas correlacionadas.


  
Identificação de transtornos mentais ainda é uma tarefa difícil


A legislação trabalhista e previdenciária brasileira asseguram ao trabalhador o afastamento do trabalho por motivo de problema de saúde, com direito a recebimento do auxílio doença, a ser pago pelo INSS a partir do 16º dia de afastamento.
 
No entanto, o que se verifica na realidade empresarial é que muitos empregadores e trabalhadores não reconhecem a saúde mental como causa de afastamento e tratamento.
Isto acontece por uma série de razões, que vão desde o estigma contra doenças mentais, até a falta de conhecimento e capacidade de todas as partes para identificar os transtornos.
 
Segundo o Ministério do Trabalho, a depressão, ansiedade, estresse ocupacional e as fobias estão entre as principais causas de afastamento entre os trabalhadores brasileiros.
 
Assim, além de um problema de saúde pública, os transtornos mentais acabam por constituir também um problema econômico.
Mas com medidas de prevenção, identificação precisa e tratamento adequado, a incidência e o impacto dos transtornos mentais podem ser minimizados.
 


 
Curso fornecerá noções amplas para identificar e lidar com transtornos mentais

 


O curso “Transtornos Mentais no Trabalho: identificação, prevenção e gerenciamento” fornecerá conteúdo sobre identificação de doenças psiquiátricas no ambiente de trabalho e outras informações determinantes para saber se o trabalhador deve se afastar.
 
Também serão abordadas características das principais doenças e síndromes, tais como a depressão, ansiedade, esquizofrenia, reações a traumas, síndrome de burnout e transtornos de personalidade; além das formas de prevenção, importância do prognóstico psiquiátrico,  as melhores abordagens para lidar, receber e readaptar trabalhadores após o fim do afastamento.
 
Os participantes serão preparados para entender as implicações jurídicas às quais estão sujeitas as empresas que lidam com transtornos mentais em seu ambiente.
Serão abordadas noções de Direito do Trabalho, leis e jurisprudência sobre reintegração, dispensas discriminatórias, perícias do INSS e outros tópicos.


 
PALESTRANTES:

  
Dr. Pedro Shiozawa: Especialista em Pesquisa Clínica Aplicada pela Harvard Medical School. Coordenador no Laboratório de Neuromodulação clínica da Santa Casa de São Paulo.

 

 

 

Dr. Marcos Henrique Mendanha: Médico do Trabalho, Especialista em Medicina Legal e Perícias Médicas. Advogado especialista em Direito e Processo do Trabalho. Perito Judicial / Assistente Técnico junto ao TRT-GO e TRF-GO.

    

 

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através do link abaixo.
 
Transtornos Mentais no Trabalho: identificação, prevenção e gerenciamento
Quando: 03 de setembro de 2019
Horário: Das 8h às 18h, com intervalo
Local: Hotel Golden Blue, em Londrina – PR


Investimento:
1º lote – até 10/07 – Valor: R$ 299,00
2º lote – até 10/08 – Valor: R$ 322,00
3º lote – até 02/09 – Valor: R$ 349,00

Inscreva-se agora mesmo!